fbpx
Compulsão Alimentar: Controle com atividades físicas!

Compulsão Alimentar: Controle com atividades físicas!

Tempo de Leitura: 3 minutos

Você já comeu demais e acabou se sentindo mal? Para muitos isso não é um problema, mas para outros, pode se tratar de uma compulsão alimentar.

Trata-se de um transtorno alimentar em que a pessoa acaba ingerindo grandes quantidades de alimentos, perdendo total controle e se sentindo incapaz de parar de comer. Esse transtorno afeta tanto homens quanto mulheres.

O episódio da compulsão alimentar pode trazer uma sensação momentânea de conforto, porém, a pessoa fica com um sentimento de culpa e acaba entrando em um ciclo vicioso: comer compulsivamente para se sentir bem, ficar com sentimento de culpa e tornar a se alimentar compulsivamente para se sentir melhor.

Compulsão alimentar: conheça suas causas

A compulsão alimentar pode ser causada pela combinação de vários fatores, tais como psicológicos, sociais e biológicos. Conheça alguns deles:

Alimentação emocional: Pessoas que sofrem com o peso, possuem autoestima baixa ou quando crianças ganhavam alimentos em forma de recompensa pelos pais são mais propícias a desenvolver a compulsão alimentar.

Dieta restritiva: Uma dieta restritiva causa a privação de certos alimentos, o que pode deixar algumas pessoas deprimidas levando a episódios de compulsão alimentar. Algumas pesquisas indicam que essa compulsão pode permanecer mesmo retomando uma alimentação normal.

Depressão: A compulsão alimentar está diretamente ligada a depressão, pois a maioria das pessoas que sofrem com esse mal têm ou já tiveram a depressão em certo período de suas vidas.

Estresse: O estresse pode tanto ser o causador do transtorno alimentar quanto ser causado por ele. Ao se alimentar a pessoa se sente menos estressada, o que acaba gerando um ciclo: comer para desestressar, ficar estressado por ter comido exageradamente e tornar a comer para diminuir o estresse.

 

Conheça suas principais características e sintomas

  • Episódios constantes de alimentação compulsiva, com a incapacidade de se controlar;
  • Comer rapidamente grandes quantidades de alimento e se sentir amortecido, como se estivesse se alimentando no piloto automático;
  • Comer mesmo se sentindo cheio ou esconder alimentos para comer sozinho;
  • Durante ou depois de um episódio de alimentação compulsiva ter um sentimento de aborrecimento, raiva ou angústia;
  • Comer quantidades normais perto de outras pessoas e compulsivamente quando está sozinho;
  • Diferente de alguns transtornos como a bulimia, não há uma tentativa de compensar o excesso de alimento ingerido vômitos, excesso de exercícios ou jejuns;
  • Entre outros.

Tratamento

Primeiramente é preciso identificar a causa desse transtorno, e o tratamento deve envolver aspectos físicos e mentais. O tratamento da compulsão alimentar pode envolver terapeutas, nutricionistas, psiquiatras e especialistas em obesidade e distúrbios alimentares.

Com a ajuda de bons profissionais é possível que a pessoa lide melhor com os próprios sentimentos, controle o estresse, desenvolva autoestima e consiga ser apto a dizer não aos alimentos.

Banner da academia Cia do Corpo

 

Passos para controlar a compulsão alimentar

  • Em primeiro lugar, é preciso entender o porque você come descontroladamente. Sempre quando for se alimentar, pense o que está sentindo e tente controlar seus sentimentos.
  • Espere a fome chegar para se alimentar.
  • Coma alimentos ricos em fibras e beba bastante água. Verduras, gorduras boas, hortaliças e frutas prolongam e saciedade, já a água controla a fome e o desejo de se alimentar.
  • Evite alimentos industrializados, pois são pobres em fibras e não dão saciedade.
  • Pratique alguma atividade física!

atividades fisicas ajudam a melhorar a autoestima

Compulsão alimentar e atividades físicas

As atividades físicas, quando praticadas regularmente, ajudam a controlar a compulsão alimentar, pois promovem uma sensação de prazer e bem-estar.

Durante a prática de exercícios físicos o corpo libera endorfina, o que traz uma sensação de felicidade, diminui o estresse e a depressão. Sem contar que os exercícios melhoram a autoestima, ajudam na perda de peso e no controle emocional.

São muitos os benefícios, não concorda? Se você sofre de compulsão alimentar ou tenha algum amigo que sofra, não perca mais tempo e venha para a Cia do Corpo!

Solicite uma aula experimental, estamos esperando por você.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
Fale Conosco Pelo WhatsApp